Noroeste empata fora e estabelece recorde histórico

Alvirrubro se mantém na 3.ª colocação, com 21 pontos, e registra a maior sequência de invencibilidade de sua história, com 13 jogos;  classificação pode ser carimbada domingo que vem, no Alfredão

O Noroeste voltou a somar um ponto importante, fora de casa, diante do Audax, na tarde deste sábado (9), na casa do adversário, em Osasco, e alcançou 21 pontos, ficando a uma vitória de garantir a sua classificação à segunda fase do Paulistão Série A3 2019. Equipe se manteve na terceira colocação, no G4, e o atual elenco noroestino, comandado pelo técnico Betão Alcântara, registra a maior sequência de invencibilidade da história do Noroeste no futebol profissional. São 13 jogos sem perder, desde setembro do ano passado, ainda pela Copa Paulista. De lá pra cá, foram seis vitórias e sete empates. O último revés do clube foi em 12 de setembro de 2018, por 4 a 0 para o Red Bull Brasil, time da Série A1, pela Copa Paulista.
Ainda nesta rodada, o Velo Clube goleou o São Bernardo na casa do adversário, por 4 a 0, e segue na liderança isolada, com 25 pontos. O Desportivo Brasil empatou em 1 a 1 com o Comercial, em Ribeirão Preto, e se manteve na vice-liderança, com os mesmos 21 pontos do Alvirrubro, mas com uma vitória a mais no critério de desempate. O Audax segue fora do G8, na 9.ª colocação, com 14 pontos.

O JOGO
O Noroeste dominou a primeira etapa, com mais volume de jogo, principalmente nas escapas ofensivas do centroavante Pedro Felipe e com Diego Souza pela direita e Richarlyson pela esquerda. E em uma pressão pelo lado direito, o Pedro Felipe foi derrubado dentro da área, aos 25 minutos. O capitão Richarlyson assumiu a responsabilidade e numa cobrança perfeita, abriu o placar para o Norusca. Foi o primeiro gol dele com a camisa do Noroeste.
O time de Bauru voltou criar chances de gol, mas não aproveitou. A partir dos 30 minutos o Audax começou a se arriscar mais ao ataque, mas esbarrou no goleiro Cairo. O técnico noroetino Betão Alcântara precisou mexer no time, colocando o atacante Chico no lugar do camisa 10 Diego Souza, que saiu com incômodo muscular, após chute a gol. O meia-campista Richarlyson voltou a assustar a defesa adversária, após chute forte em cobrança de falta, e o goleiro Jeferson espalmar para fora.
Como o Alvirrubro não fez o segundo gol, os donos da casa começaram pressionar nos minutos finais do jogo. Nos acréscimos, aos 48 do primeiro tempo, a equipe chegou ao gol, após cruzamento dentro da área e o atacante Danrley, livre, surpreendeu a defesa noroestina e cabecear no contrapé do goleiro Cairo, 1 a 1.
Antes do fim do primeiro tempo, o volante Rogério Maranhão, titular em todos os jogos até aqui, levou o terceiro cartão amarelo e está automaticamente suspenso do próximo jogo.
Na volta do intervalo, o Audax voltou um pouco melhor, quase virando o jogo, mas o Alvirrubro se recuperou e passou a impor novamente boas investidas ofensivas, e novamente com Pedro Felipe, aos 10 minutos, após lançamento de Pacheco, ganhou na velocidade do defensor, invadiu a área e foi derrubado faltosamente, pênalti claro, que o árbitro não marcou. O técnico Betão Alcântara voltou a mexer no time, visando o ataque, com Lucas Dantas no lugar do volante Felipe Merlo. O Alvirrubro, voltou a ter outra chance de gol, com Pedro Felipe, dentro da área, mas o noroestino chutou muito alto, longe do gol, desperdiçando a chance da equipe voltar à frente do placar. O Audax respondeu com um ataque rápido, mas o time furou, perdendo a chance da virada na cara do gol. Betão Alcântara ainda colocou Ian, lugar de Pedro Felipe, que tentou um boa jogada pela direita, nos minutos finais da partida, mas não conseguiu o arremate, terminando a partida em 1 a 1.
Richarlyson falou sobre a partida, por meio dos microfones das rádios, na transmissão da partida. “Fiquei feliz de fazer o gol, mas seria melhor ainda se conquistássemos a vitória, mas a equipe está de parabéns e estamos perto do nosso objetivo”, resumiu o capitão.
O volante Felipe Merlo também comentou sobre o jogo. “Tomamos um gol de empate que não poderíamos ter tomado, não conseguimos a vitória, mas saímos de campo com mais um ponto e o time segue invicto”, destacou o camisa 7 noroestino.
O técnico Betão Alcântara exaltou mais um ponto conquistado pelo grupo, fora de casa. “Uma vitória aqui seria o ideal, mas voltamos a somar ponto. Temos um time com a cara da divisão, que sabe se defender, que sabe jogar com a bola nos pés, vence dentro e fora de casa, sempre soma pontos. E agora é descansar, recuperar, porque domingo que vem, em Bauru, precisamos fazer a lição de casa e selar a nossa classificação diante do torcedor”, disse o treinador noroestino.
A diretoria do Alvirrubro convoca os bauruenses para encher as arquibancadas do Alfredão, tendo como meta 5 mil de público, para que o Noroeste possa vencer o Rio Preto e comemorar o primeiro objetivo, que é garantir a classificação às quartas de final do Paulistão, com três rodadas de antecedência.

INGRESSOS

O Norusca está com venda de ingressos promocionais de meia-entrada desde quinta-feira, para o próximo jogo no Alfredão, no domingo, dia 17, às 11h. O torcedor pode adquirir os ingressos no valor de R$ 15,00 para arquibancada e a R$ 25,00 a cadeira coberta. Depois o valor cheio será adquirido na bilheteria.
Os pontos de venda são: secretaria do Estádio Alfredo de Castilho, na rua Benedito Eleutério, Vila Pacífico. Cartucho & Cia, rua Gustavo Maciel, 19-86, na esquina com a rua Joaquim da Silva Martha). Loja Merci Collections, rua Araújo Leite, 35-73, Vila Universitária. Loja Adidas, no Boulevard Shopping. Banca de Revistas e Jornais do Supermercado Tauste, Altos da Cidade. Pé Quente Calçados, avenida Dr. Marcos de Paula Raphael, 13-08. Mary Dota. Stillo Materiais para Construção, rua Lindolpho Silva Sobrinho, 1 40, Geisel. Escritório Vitta Residencial, avenida Getúlio Vargas 21-60. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *