Noroeste se encaminha pra estreia com elenco 100%

O resultado de o elenco não ter sofrido nenhuma baixa por lesão na pré-temporada é graças ao planejamento e ao trabalho multidisciplinar que envolve preparação física, nutrição e o departamento de fisioterapia do Alvirrubro; para o Paulistão haverá tratamento de jogador até à noite

Restando duas semanas para sua estreia na Série A3 do Campeonato Paulista 2020, o Noroeste não teve nenhum jogador lesionado em toda a pré-temporada e se encaminha para o início da busca pelo acesso com o elenco 100% à disposição do técnico Luiz Carlos Martins.
O fato de o Alvirrubro não sofrer nenhuma baixa no elenco é graças a sinergia de profissionais das áreas de educação física, nutrição e fisioterapia do clube. Em intensa e planejada pré-temporada, que começou no dia 5 de novembro, nenhum jogador foi ou está vetado por lesão. Alguns foram poupados de amistosos para que suas musculaturas desgastadas fossem regeneradas no departamento de fisioterapia (DF). O departamento é mais completo hoje do que quando o Norusca estava na Primeira Divisão.

O DF
O departamento de fisioterapia (DF) do clube é constituído pelos fisioterapeutas César Prando e Giancarlo Fellipe, e o massoterapeuta Jeová Rodrigues. Diariamente eles atuam na manutenção muscular, antes e depois dos treinos, para que os músculos fadigados não tenham rupturas ou estiramentos.

“Muchacho”
Jeová Rodrigues, apelidado de “Muchacho”, presente no clube há mais de 25 anos, realiza nos atletas a tonificação rápida, aquecendo a musculatura, promovendo vaso dilatação e o aumento da quantidade de sangue circulante. Isso evita, no momento do treino e dos jogos, a fadiga muscular. Ele também é responsável pela hidratação.

Equipe multidisciplinar
De acordo com Giancarlo Fellipe, no futebol profissional as lesões são comuns, porque existem intensidade e sobrecarga nos treinos e nos jogos, além do contato (trauma) com os outros atletas. Por isso o trabalho de fisioterapia é imprescindível.
“As lesões mais comuns são os estiramentos musculares. Depois os entorses, de joelho, tornozelo. E as tendinites. E os músculos mais comuns de um atleta lesionar ficam nas coxas. Aqui no Noroeste, desde o início da pré-temporada, não houve lesionados. E quando a gente percebe que o músculo está fadigado e tem risco do jogador lesionar, tiramos ele do treino, por um período curto, e fazemos a recuperação do músculo”, explica um dos fisioterapeutas noroestinos.
Gian revelou ainda como tem sido feito a prevenção de lesão no Noroeste.  “Realizamos avaliações físicas com frequência, na pré-temporada, para verificarmos nos jogadores quem apresenta instabilidade articular, déficit e fraqueza muscular, se tem uma perna mais forte do que a outra. Com base nisso, nossa equipe multidisciplinar monta as atividades específicas que são realizadas ao longo da pré-temporada. Então temos ai, trabalhando juntos, a preparação física, a fisioterapia, e também a nutrição. E o descanso, que é fundamental”, ressalta.

DF vai atuar em três períodos

O fisioterapeuta César Prando complementa que no Noroeste os tratamentos, quando os atletas se lesionam, fato que não ocorreu na pré-temporada mas que sempre ocorre durante o Paulista, devido a proximidade dos jogos, será realizado em três períodos, ideal para que o tempo de recuperação seja reduzido.
“No início dos trabalhos fizemos uma série de avaliações que são utilizadas ao longo da pré-temporada. E estes dados são utilizados em conjunto, pela fisioterapia, comissão técnica, preparação física e nutrição. A união é muito grande. Vamos acompanhando os atletas e fazendo trabalho funcional, voltado para prevenção, na academia (do Clube Fortaleza) os exercícios são específicos para atender a necessidade de cada jogador. Isso faz com o que o risco de lesão seja bem baixo”, disse.
César Prando frisa também que o primeiro atendimento que o atleta recebe, numa pancada, por exemplo, é com o Jeová Rodrigues, que presta atendimento no próprio campo.
“No pós-treino trabalhamos muito com os aparelhos para regenerar músculos desgastados, para que não se lesionem. Quando o Paulista começar pra valer, teremos apoio da clínica particular do Gian, a Gian Sport Fitness, que vai dar todo o suporte para que possamos tratar os atletas, inclusive, a noite. Para que a lesão seja curada mais rapidamente, o atleta que se lesionar vai tratar comigo de manhã e a tarde, no clube, e com o Gian a noite, na clínica”, finaliza.O Noroeste tem mais um último jogo-treino antes da estreia, e será nesta quarta-feira, dia 15, às 10h30, contra o Grêmio Novorizontino, em Novo Horizonte.E a estreia na Série A3 será dia 25, sábado, às 15h, contra o São Bernardo, no Estádio Municipal Primeiro de Maio.
Estão no elenco do Noroeste hoje os goleiros Pablo, Tales Leonardo, Felipe Bastos e Matheus Grigio, os laterais Carlinhos, Edson Junior, Renan e Denilton, os zagueiros Vitor Gava, Guilherme Teixeira e Jean Pierre, Matheus Blade que atua na zaga e no meio-campo, os volantes França, Jonatas Paulista, Leno e Rogério Maranhão, os meias Diego Souza, Leandro Oliveira, Yamada, Jhon Egito e Igor Pimenta, os atacantes Pedro Felipe, Fabrício, Leléco e Éverton. O clube ainda busca mais alguns reforços, que não foram revelados.

Giancarlo Fellipe, César Prando e Jeová Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima