Com Airon inspirado, Noroeste conquista mais um ponto e volta ao G8

Com Airon inspirado, Noroeste conquista mais um ponto e volta ao G8

Gol do Noruisca foi trabalhado de pé em pé com arremate do atacante Aguilar, titular pela primeira vez na equipe 

Por Bruno Freitas

O Esporte Clube Noroeste trouxe para Bauru mais um ponto importante conquistado fora de casa, na tarde deste sábado (25) de Carnaval, no clássico caipira diante do Comercial, no estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto.

O time do técnico Marcelo Sangaletti se recuperou da última derrota sofrida diante de quase 3 mil torcedores noroestinos, no último domingo, e voltou a figurar o G8, zona de classificação à segunda fase da Série A3 do Campeonato Paulista 2017, agora na 8ª posição com 11 pontos. Já o Comercial, do treinador Amauri Knevitz, foi a 10 pontos e está na 12ª colocação.

O principal nome no jogo foi o goleiro Airon, que fez, novamente, mais uma grande partida. O arqueiro noroestino realizou ao menos quatro defesas dificílimas, sendo uma delas praticamente indefensável, mas Airon foi buscar na ponta dos dedos e salvou o pontinho obtido fora de casa pelos bauruenses.

O JOGO

No primeiro tempo um confronto muito truncado, de muita marcação. O Noroeste tentava pressionar e prender a bola no ataque, muitas vezes utilizando bolas longas e a qualidade do passe do zagueiro Citta Jr. para verticalizar a joga com Rael, pela esquerda, e Rodolfo, pela direita. O Comercial tentava ficar com a bola e sair em velocidade pelos extremos do campo também, mas esbarrava no setor defensivo da Locomotiva Vermelha.

O gol Noroestino, aos 31 minutos do primeiro tempo e foi trabalhado de pé em pé. Airon fez a reposição com as mãos para o camisa 7 Rodolfo, ainda na defesa. O atacante fez o giro, deslocando o marcador e passou para o lateral Sousa, que passou de primeira para o centroavante Gabriel Barcos. O camisa 9 fez o pivô ainda na intermediária e passou para Rafinha, também de primeira. O camisa 10 noroestino, prata da casa de 17 anos, fez um passe na medida com a canhotinha e deixou Aguilar na cara do gol. O camisa 11 se antecipou ao goleiro adversário e abriu o placar.

Quando o jogo se encaminhava para o intervalo, Gabriel Barcos fez falta boba dentro da área e o árbitro marcou pênalti, que foi muito bem convertido por Naldinho, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, ambas as equipes buscaram o gol o tempo todo. O Noroeste conseguiu compactar o seu meio campo, mas teve dificuldade de segurar a bola no setor ofensivo. Porém, em sua defesa, o Alvirrubro continuou bem postado e dificultou as ofensivas dos comercialinos, que arriscavam arremates de fora da área e esbarravam em tarde iluminada do goleiro Airon. Para tentar a vitória, Sangaletti recorreu ao banco e colocou o jovem e veloz meia Johny no lugar de Aguilar. Vilson também fez a sua estreia, substituindo Barcos. Mas não foi o suficiente para o Noruscar voltar a liderar o marcado. Johny ainda se machucou, levou as mãos ao joelho e preocupa a comissão técnica.

“Viemos para conseguir os três pontos em Ribeirão, contra um adversário difícil, mas pontuar fora de casa é muito importante. Viemos com a proposta de segurar a bola na frente, mas no segundo tempo não conseguimos fazer isso”, disse o volante alvirrubro Jonatas Paulista.

O técnico Marcelo Sangaletti também comentou sobre o jogo. “O importante foi que vimos a entrega e a dedicação do time dentro de campo. Infelizmente ‘perdemos’ mais um jogador. O menino Jhony, prata da casa nosso, sentiu o joelho e vamos ver a gravidade disso. Agora vamos voltar a trabalhar durante a semana e buscar a vitória em Bauru no domingo”, disse Sangaletti. Ambas as entrevistas concedidas por meio da rádio Auriverde, ainda na beira do campo.

O presidente do Noroeste, Estevan Pegoraro, também utilizou o microfone da rádio para comentar o rendimento do time em casa. “Temos um time jovem. Os jogadores estão naquela fase de maturação. Temos muitos atletas prata da casa que precisam do torcedor. Sabemos que o noroestino é apaixonado e gosta de cobrar. Mas precisamos que o nosso torcedor, além de lotar o estádio, tenha um pouco mais de paciência com o nosso time e nos empurrem do começo ao fim contra o Rio Branco, domingo que vem”, frisou Pegoraro.

Airon - foto Bruno Freitas

Goleiro Airon salvou o Noroeste e segurou o empate fora de casa

Noroeste

Airon

Sousa

Citta Jr.

Vitor Gava

Rael

Jonatas Paulista

Maicon Douglas

Rafinha

Rodolfo

Aguilar (Johny, depois Bruno)

Gabriel Barcos (Vilson)

Técnico: Marcelo Sangaletti

 

Comercial

Cairo Marangoni

Tabarana (Bruno Gamboa)

Danilo Costa

Thiagão

Higor Henrique;

Carlão

Igor Pimentel

Mirray;

Carlos França (Thiago Moura)

Matheus Totô

Naldinho (Pablo).

Técnico: Amauri Knevitz

 

Árbitro

Leandro Carvalho da Silva

Assistentes

William Rogério Turola e Diogo Cruz Freire

 

Cartões Amarelos

Comercial: Matheus Totô, Carlão, Bruno Gamboa

Noroeste: Aguilar

 

Gols

Comercial: Naldinho 45′ 1T

Noroeste: Aguilar 31′ 1T

Renda – R$ 12.000,00

Público – 957 pagantes

Deixe uma resposta

Fechar Menu