No terceiro amistoso, Noroeste vence Penapolense por 1 a 0

No terceiro amistoso, Noroeste vence Penapolense por 1 a 0

Norusca vem somando bons resultados nos testes e está invicto na pré-temporada da Série A3 2019
.
O Noroeste realizou seu terceiro amistoso de pré-temporada na manhã desta quarta-feira (19) e venceu o Penapolense, em Penápolis, por 1 a 0. O gol aconteceu no segundo tempo, quando o Norusca sufocava o adversário. O meia noroestino Igor Pimenta bateu falta em direção a área e o zagueiro Vitor Gava subiu alto e testou forte para balançar a rede.
A 30 dias da estreia, o resultado pouco importa, de fato, para a comissão técnica noroestina, que se mostra bastante otimista com o elenco, já que o time vem se comportando muito bem e evoluindo, fisicamente e taticamente. Fato é que o Alvirrubro está invicto, após também vencer o Rio Claro por 2 a 0, que também é uma equipe de Série A2, assim como o Penapolense, e empatar com o Mirassol em 1 a 1, clube que jogará em 2019 a Elite do Paulistão.
O técnico Betão Alcântara falou sobre o amistoso. “Foi um jogo-treino dentro daquilo que foi trabalhado no nosso dia a dia. Nossa equipe se mostrou bastante consistente defensivamente, tanto é que eles chutaram apenas uma bola no nosso gol. Tivemos controle do jogo e muita posse de bola, sobretudo no primeiro tempo. Na segunda etapa rodamos o time e os jogadores que entraram mantiveram a mesma pegada e fizemos o gol com o Gava. Não visamos resultado nestes jogos, mas isso motiva e traz uma confiança muito grande para o grupo”, disse o treinador.

“ESTOU DE VOLTA”
O zagueiro Vitor Gava, que está 100% recuperado de duas lesões que o tiraram do futebol por quase um ano, também falou da alegria de fazer um gol e de retomar bons treinos com o Noroeste. A última partida oficial dele foi no revés que o Alvirrubro sofreu diante do rival MAC, em Marília, na Série A3 de 2017, quando machucou o joelho. “Um grito, por dentro, de felicidade. Foi assim após o gol de hoje. É uma luta diária. Poucos sabem o que passei para estar aqui hoje. Estou dando meu máximo, pra ninguém duvidar que posso jogar futebol. Me senti aliviado, mas tem muita coisa pra acontecer. Se eu continuar buscando o meu melhor, tem coisas boas para acontecer. O time está unido, focado e vamos vir todos fortes para 2019”.

Deixe uma resposta

Fechar Menu