Noroeste enfrenta o Catanduvense no último jogo em Bauru

Noroeste enfrenta o Catanduvense no último jogo em Bauru

Partida é fundamental para o Alvirrubro se manter na Série A3 do Campeonato Paulista do ano que vem

Por Bruno Freitas

O torcedor noroestino que for ao estádio Alfredo de Castilho, às 10h deste domingo, não vai acompanhar uma partida de futebol qualquer. O jogo contra o Grêmio Catanduvense, equipe já rebaixada, com 9 pontos e na lanterna da Série A3 do Campeonato Paulista, além de ser o último confronto do campeonato, em Bauru, vale ainda a permanência do Norusca na terceira divisão e vaga para disputar a Copa Paulista no segundo semestre deste ano.

O Noroeste começou a rodada na 15ª colocação, com 21 pontos, e é o primeiro na zona de rebaixamento, onde caem seis times. A equipe está só um pontinho atrás do Grêmio Osasco, 14º, com 22 pontos.

Apesar de a vitória não garantir matematicamente que o Alvirrubro escape da degola, os três pontos somados em Bauru são de vital importância para que a Locomotiva Vermelha chegue embalada para somar mais pontos na última rodada, dia 16 de abril, domingo de Páscoa, para garantir, de vez, sua salvação no campeonato.

Uma série de resultados dos adversários, somados a vitória dos bauruenses, também pode impulsionar a equipe à subir até três posições.

Do lado do Grêmio Catanduvense, o fato do clube aparentemente não ter mais pretensões no campeonato, pode enganar, mas o Noroeste está de olho nisso. Composto por uma nova formação titular, com jovens, os jogadores querem mostrar serviço nas últimas rodadas para tentar projeções maiores em suas carreiras. E foi isso o que aconteceu na última rodada, quando ganharam da Independente de Limeira, por 3 a 2. em Catanduva.

CAMINHO DO GOL

A maior esperança de gols está nos pés do atacante Fernandinho. Melhor jogador do noroeste nos últimos três jogos. O atacante tem muita velocidade e possui o recurso do drible. E foi na jogada individual que o Noroeste conseguiu estufar a rede contra Matonense, São José e Grêmio Osasco.

Aguilar é outro que vem “chamando” gol. Homem de área, o centroavante ganhou a vaga de titular e fez gol nos dois últimos jogos. “São poucas as bolas que tem sobrado pra mim, de frente para o gol. Geralmente uma ou duas por jogo. E eu, graças a Deus, em dois chutes, acabo fazendo um gol. Vou me posicionar para ter oportunidades e estarei preparado para colocar a bola pra dentro e ajudar meus companheiros a sair dessa situação (Z6)”, disse Aguilar, por meio da assessoria de imprensa noroestina.

 PRECISA FAZER SALDO

Além de vencer, o Noroeste precisa melhorar seu atual saldo de gol, segundo critério de desempate, que hoje é -1. O primeiro critério é número de vitórias, e o Alvirrubro tem seis.

O Norusca precisa vencer o Catanduvense com ao menos dois gols de diferença, caso seja necessário numa eventual disputa por posição após o término da última rodada.

PRINCIPAIS CONCORRENTES

Grêmio Osasco (14º com 22 pontos, 7 vitórias e saldo 0).

Comercial (13º com 23 pontos, 6 vitórias e saldo 2).

Marília (12º com 24 pontos, 7 vitórias e saldo -1).

Atibaia (11º com 24 pontos, 7 vitórias e saldo 3)

Para deixar a degola neste final de semana, a conta é simples. O Noroeste precisa de uma vitória e torcer por empate ou derrota do Grêmio Osasco diante do Paulista (17º, com 20). O time bauruense ainda será beneficiado nesta rodada pelo confronto entre São José F.C. (16º, com 20) e Marília (12º, com 24). Uma derrota do Comercial diante do Atibaia, em Ribeirão Preto, também é muito bem-vinda.

BILHETERIA

A partir das 8h deste domingo (9), na bilheteria, ingressos para arquibancada custam R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia. Cadeira cativa é R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia. Entrada de sócio-torcedor é gratuita.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu