Noroeste fica no 0 a 0, fecha 1º turno sem vencer, mas sobe uma posição

Noroeste fica no 0 a 0, fecha 1º turno sem vencer, mas sobe uma posição

Alvirrubro criou várias chances no segundo tempo, perdeu chances claras de ter matado a partida dentro de casa, mas deixou a lanterna e passou para a sexta posição do embolado grupo 1 da Copa Paulista

O Noroeste saiu de campo neste sábado (5) com mais um empate sem gols na Copa Paulista, desta vez, diante do Mirassol, no Estádio Alfredo de Castilho. O Norusca amargou a quarta partida sem fazer gols, mas fechou a última rodada do primeiro turno do grupo 1 subindo uma posição. O Alvirrubro (6º), agora com cinco pontos, ultrapassou o Velo Clube (7º), que passa a ocupar a lanterna do grupo 1.

Já o Mirassol, time trenado pelo ex-técnico noroestino Moisés Egert, comemorou o empate e subiu uma posição no G4, agora com 8 pontos e na terceira posição. O XV de Piracicaba é o novo líder, com 13 pontos. A Ferroviária agora é a vice-líder, com 12 pontos. O campeonato segue embolado e restam 18 pontos para serem disputados.

O técnico Vitor Hugo falou sobre o resultado após a partida. “Não fizemos um bom primeiro tempo. Na segunda etapa jogamos melhor, criamos várias oportunidades, mas a bola não entrou. Não faltou vontade e entrega em nenhum momento. Agora é começar esse segundo turno com vitória fora de casa. Dar continuidade ao Noroeste na segunda fase da Copa Paulista é muito importante, por isso vamos brigar para ficar entre os quatro primeiros do grupo”, avalia.

O JOGO

A partida começou truncada, com muitos passes errados para ambos os lados. Muito estudo, marcação forte no meio de campo e pouca criatividade ofensiva. O Noroeste foi dar o primeiro chute ao gol aos 18 minutos, quando o atacante Romão bateu mascado de pé esquerdo e a bola foi fácil para a defesa do goleiro Matheus Aurélio, de apenas 18 anos.

A defesa do Mirassol voltou a trabalhar na sequência, com duas bolas alçadas pelo ataque noroestino, mas os zagueiros Danilo Boza e Matheus Felipe cortaram. O Mirassol respondeu agredindo a defesa do Norusca, mas esbarrou também no goleiro Ferreira bem posicionado.

No segundo tempo, o jogo esquentou. Os times voltaram com outra atitude, jogando pra frente, criando mais oportunidade para abrir o placar. O Noroeste, com mais posse de bola, abusou dos gols perdidos. Na primeira chance de perigo, com bola na área, Romão, de frente para o gol, cabeceou para fora. Elivelton foi outro que teve chance de marcar, mas chutou para fora.

O técnico Vitor Hugo mexeu no time, colocando o atacante Wellington no lugar do camisa 10 Elivelton. Assim, o Noroeste deixou o esquema com três meias ofensivos e passou a ter dois atacantes mais próximos da área. O time ficou mais agressivo ofensivamente e passou a ter mais posse de bola no ataque. E foi na jogada de Wellington, melhor em campo na segunda etapa, a chance mais clara de gol. O atacante ligeiro fez bela jogada pela esquerda e cruzou para trás, deixando Vilson na cara do gol, mas o meia chutou na mão do goleiro Matheus Aurélio.

Vitor Hugo colocou o meia Igor Pimenta no lugar de Samuel e o substituto quase fez o gol no lance seguinte, mas esbarrou novamente no goleiro Matheus. Vilson fez o cruzamento após falta batida na direita e Igor Pimenta cabeceou bonito no canto esquerdo, mas o arqueiro do Mirassol fez um verdadeiro milagre e evitou a vitória do Noroeste. No último lance, já nos acréscimos, após escanteio do time bauruense, o zagueiro Marcelinho quase fez o suado gol da vitória, mas a bola batida de pé esquerdo não entrou.

O Noroeste volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Velo Clube, em Rio Claro.

 

ESCALAÇÃO

Ferreira

Dener

Marcelinho

Jean Pierre

Ítalo

Cleber Sousa

Maicon Douglas

Vilson

Elivelton (Wellington)

Samuel (Igor Pimenta)

Romão

 

PÚBLICO – 504 pessoas

RENDA – R$ 5.215,00

Deixe uma resposta

Fechar Menu