Noroeste implanta treino espanhol no sub-20

Noroeste implanta treino espanhol no sub-20

Comissão técnica da base trabalha com conceitos consolidados do Atlético de Madrid, de Simeone

Por Bruno Freitas

A formatação e plataforma de jogo do time espanhol Atlético de Madrid, que foi implantado pelo técnico argentino Diego Simeone, famoso no mundo inteiro pelo rigor e obediência na marcação, começa a ser desenvolvido no sub-20 do Noroeste.

Pautado pelo médio e longo prazo, sem pensar em títulos na base, pelo menos por enquanto, o objetivo do Norusca é de formar bons atletas para o profissional. Pensando nisso, a comissão técnica formada pelo técnico Eduardo Guadagnucci, o auxiliar Elton Carvalho, o analista de desempenho Alexandre Moretti, o preparador físico da base Fernando Carvalho, o treinador de goleiros Rodolfo Romano, com coordenação do diretor de futebol Emerson Carvalho, a equipe faz muito estudo de estratégias que vem dando certo no mundo todo, e começam a implantar na base.

Por que o Atlético de Madrid?

O grande segredo da equipe espanhola, fonte de inspiração, está no seu comportamento quando não tem a bola. De como eles conseguem gerar superioridade numérica em todos setores do campo quando não estão com a posse. Este “milagre” da multiplicação só acontece por conta de cada atleta ser parte de uma engrenagem muito bem construída, ocupando os espaços e induzindo o adversário ao erro. Movimentos coordenados e muita aplicação. Tudo fruto de muito treinamento, que passa a ser desenvolvido na base do Noroeste. A comissão alerta que não será uma cópia do Atlético de Madrid, mas sim um embasamento metodológico que terá princípios do time espanhol, mas encaixado e feito de forma específica com os jogadores da base do Alvirrubro, se baseando nas competições e adversários que virão pela frente.

“Um dos trabalhos que extraímos do conceito tático do Atlético de Madrid é a marcação por zona. Fazemos um processo pedagógico com os jogadores durante esta implantação, desde o mais fácil até o mais complexo. Linha de marcação equilibrada e organizada, o pressing, cobertura, compactação, balanço defensivo, o retardamento enquanto a bola está com o adversário para nos posicionarmos para defender a nossa meta. São vários conceitos de organização que estamos fazendo no sub-20. Queremos que os atletas sejam inteligentes e com leitura de jogo. É o que o futebol moderno exige”, explica o técnico Eduardo Guadagnucci, por meio da assessoria de imprensa noroestina.

Pressing no campo ofensivo do Atlético de Madrid
Cobertura no campo defensivo do Atlético de Madrid

 

Treino sendo aplicado no sub-20 do Noroeste

Deixe uma resposta

Fechar Menu