“Você acaba se emocionando junto”, destaca torcedora no Alfredão

“Você acaba se emocionando junto”, destaca torcedora no Alfredão

Dayana Gomes,26 anos, ressalta sua paixão pelo clube e a participação das mulheres na torcida

.

Camila Gabrielle – (Estudante de Jornalismo, 3º ano, Unesp Bauru)

 

Na última quarta-feira (31), o Noroeste enfrentou a União Barbarense, pela quinta rodada da Série A3 do Campeonato Paulista, e conquistou mais uma vitória, por 1 a 0, se mantendo na liderança isolada da competição. E uma torcedora, na arquibancada, falou da paixão pelo clube e destacou o grande número de mulheres que frequentam o Alfredão.

Havia mais de 2.500 torcedores do Noroeste, de maioria masculina, mas, também, as mulheres se fizeram presentes. Entre elas, Dayana Ferreira Gomes, de 26 anos. Bauruense, ela começou a gostar de futebol por influência do marido e logo se apaixonou pelo clube de sua cidade, trazendo, inclusive, seu sobrinho Guilherme, pela primeira vez.

“Eu torço bastante, tenho uniforme do time, tudo certinho. Às vezes não entendendo muito, mas eu venho aqui acompanhar e torcer. Você acaba se emocionando junto”, comenta. Dayana, inclusive, destacou que está confiante no acesso do Noroeste para a Série A2 do Paulistão.

A torcedora disse ainda que vai em todos os jogos do Norusca em Bauru. Ela reconhece a importância do clube para a cidade. “Os jogos aqui acabam sendo um lazer pra gente. Às vezes, durante a semana, ficamos muito presos à casa, ao trabalho. E tendo os jogos, por exemplo, em uma quarta-feira, tira a gente da rotina e nos divertirmos”, revela.

A paixão pelo futebol em Dayana foi tanta que ela, junto com um grupo de amigas, começou a jogar por hobbie. Ela reconhece que muitas vezes os homens acreditam que futebol não é “coisa de mulher”. “Não apenas no futebol, mas em todas as modalidades as mulheres vêm criando seu espaço e isso é bem legal”, frisa Dayana, que ressaltou o espaço feminino naquela noite, quando o jogo foi apitado por uma árbitra, Regildenia de Holanda Moura, que conduziu a partida muito bem.

 

Texto feito como parte do programa voluntário e de aprendizagem com estudantes de jornalismo, em partidas do Noroeste pelo Campeonato Paulista, no Alfredão.

Foto no topo: Camila Gabrielle

Revisão e edição: Bruno Freitas/Noroeste

Deixe uma resposta

Fechar Menu