Sob chuva forte e queda de energia, Noroeste empata e segue no G4

Alvirrubro ficou duas vezes na frente do placar, mas cedeu empate para o Grêmio Osasco em jogo muito movimentado no estádio Alfredo de Castilho
.
Com dois gols do zagueiro bauruense Marcelinho, mas sofrendo dois tentos de cabeça em bola parada, o Noroeste somou mais um ponto na 10.ª rodada da Série A3 do Paulista, na noite deste sábado (17), frente ao Grêmio Osasco, por 2 a 2, no estádio Alfredo de Castilho.
Com o resultado, o Norusca deixa escapar a chance de assumir a vice-liderança, mas segue no G4, com 18 pontos, atrás apenas de Atibaia, Portuguesa Santista e Capivariano. O Grêmio Osasco foi à 13 pontos e caiu para a 13.ª colocação, duas posições acima do Z6.

O JOGO 
Em jogo muito movimentado, com superioridade noroestina no primeiro tempo, a equipe de Bauru abriu o placar aos 12 minutos, com o zagueiro Marcelinho, que aproveitou a bola desviada do escanteio e, de pé esquerdo, estufou a rede, 1 a 0.
A partir daí, o Grêmio Osasco melhorou no jogo e conseguiu equilibrar a partida, mas o Noroeste teve as melhores chances de gol. O camisa 9 Wellington, inclusive, fez belo gol encobrindo o goleiro, mas o assistentes anulou assinalando impedimento.
Na volta do intervalo, o céu desabou em Bauru. Chuva forte durante grande parte da etapa complementar. Aos cinco minutos, o Grêmio Osasco empatou com Pablo, de cabeça, após um cruzamento na área noroestina.
Aos 30 minutos, a partida chegou a ficar 15 minutos, quando vários bairros de Bauru ficaram sem energia, inclusive metade dos refletores do Alfredão apagaram por cerca de 15 minutos.
No retorno, o Noroeste continuo agredindo o GEO e, num lance parecido do primeiro gol, Marcelinho outra vez, na perna esquerda, colocou o Noroeste na frente, 2 a 1.
Pelo lado do Norusca, o técnico Alberto Félix colocou os atacantes Flávio Carvalho e Gindre, além do volante André Rocha, jogadores com boa estatura.
O Noroeste, depois, quase chegou ao terceiro gol, após cruzamento na área e desvio de cabeça de Marcelinho, mas a bola foi para fora.
No lance seguinte, em erro defensivo do Noroeste, o Grêmio Osasco empatou em outro lance de cabeça, vindo de bola parada, com gol de Danrley, artilheiro do campeonato com 6 gols, 2 a 2.
Já nos acréscimos, o meia Vilson, do Noroeste, foi calçado na área, mas o árbitro Rodrigo Gomes Domingues não marcou pênalti, gerando muita reclamação por parte da torcida.
Marcelinho comentou sobre o empate após a partida. “Fui feliz em fazer dois gols, o Noroeste é minha casa, eu sou de Bauru, mas coletivamente não foi bom porque não conseguimos vencer. A gente trabalhou para conquistar a vitória. A gente tenta fazer alguma coisa diferente, mas acaba não acontecendo. E é nessa hora que precisamos ter paciência e personalidade. Precisamos corrigir nossos erros e voltar mais fortes. E na quarta-feira estaremos 100%”, disse o zagueiro.

“CORRIGIR A BOLA PARADA”
O técnico Alberto Félix, na coletiva de imprensa, também falou sobre o resultado. “Fomos afobados no começo do segundo tempo. Depois equilibramos, voltamos a ficar na frente do placar, mas erramos defensivamente e sofremos outro empate. A bola parada defensiva é algo que vamos trabalhar para corrigir. No gol de empate teve influencia a chuva forte, o vento, que atrapalharam um pouco, mas no segundo gol vacilamos e sofremos novo empate, até porque mexemos no time, colocamos jogadores altos e isso não poderia ter acontecido. No final quase fizemos o terceiro gol. Fico feliz pela entrega deles e vamos ter três dias para trabalhar focado no jogo de quarta-feira”, avalia o treinador.
 
CLÁSSICO QUARTA-FEIRA
O Noroeste volta à campo nesta quarta-feira, às 20h, novamente no Alfredão, onde enfrenta o rival Marília, no principal clássico da região. O adversário virá para o tudo ou nada, já que sofreu goleada de 4 a 0 frente ao Taboão da Serra, fora de casa, e está na zona de rebaixamento.
 

Noroeste
Ferreira
Pacheco
Jean Pierre
Marcelinho
Lucas Hipólito
Alex Silva
Maicon Douglas
Vilson
Samuel (Flávio Carvalho)
Leandro Oliveira (Gindre)
Wellington (André Rocha)
Técnico Alberto Félix
Público: 1.809
Renda: R$ 29.595,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima