Noroeste insiste, prefeitura cede e cotas da FPF são liberadas

A quantia que havia sido bloqueada na Justiça pelo prefeito Clodoaldo Gazzetta, em fevereiro, será direcionada para pagamento de funcionários do Norusca neste momento de paralisação por coronavírus

O Esporte Clube Noroeste protocolou no gabinete no prefeito Clodoaldo Gazzetta, nesta quinta-feira (19), mais um pedido de liberação das quatro cotas da Federação Paulista de Futebol (FPF), no valor de R$ 45,9 mil cada. Os valores haviam sido bloqueados judicialmente, em segunda instância, no Tribunal de Justiça (TJ). Em ofício, o Noroeste insistiu no desbloqueio devido a necessidade de receber as verbas a que lhe pertence. Objetivo é poder subsidiar suas contas e pagar salários de funcionários, já que o Paulistão Série A3 está paralisado devido a prevenção de proliferação do coronavírus.
Em resposta, no final da tarde desta sexta-feira (20), a secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura oficializou judicialmente que concorda parcialmente com o pedido da diretoria do Noroeste, de modo que quatro das cinco cotas restantes serão liberadas na próxima semana. A pasta de Toninho Garms informou ainda ao clube que está mantido os processos das penhoras de créditos que o Noroeste venha a receber futuramente pela FPF. A citação diz respeito que a atual gestão do município irá requerer o bloqueio judicial das cotas do clube em 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima