Noroeste lamenta a morte do seu ex-goleiro João Marcos

Um dos maiores jogadores que vestiram a camisa 1 do Norusca, titular na Série A do Brasileiro, morreu vítima de complicações no fígado, em Botucatu

O futebol e a torcida noroestina se despede, nesta quinta-feira (2), de um grande goleiro do passado, João Marcos, 66 anos, que defendeu com grande destaque a camisa do Noroeste, Palmeiras, Grêmio e Seleção Brasileira. O ex-camisa 1 do Norusca residia em Botucatu, onde nasceu, e estava recentemente internado no Hospital Estadual tratando de complicações no fígado, que o levaram a óbito.
Revelado pelo Guarani de Campinas, João Marcos se destacou nacionalmente pelo Noroeste, entre o final dos anos 70 e no primeiro ano da década de 80. Em Bauru ele disputou a Série A do Brasileiro em 1978 e despertou interesses de várias equipes do País. Em 1981 foi para o Palmeiras e foi titular absoluto em duas temporadas. Depois defendeu grêmio, onde foi convocado para a Seleção. Ele encerrou a carreira em 1985, devido lesões. Nos anos seguintes, teve problemas com álcool e revelou detalhes da luta do vício em um livro que ele mesmo escreveu, “A maior de todas as defesas”, em parceria com o jornalista Ercik Facioli. O sepultamento ocorre na sua cidade natal. O local não foi informado pela família.

Nota do Noroeste

Lamentamos o falecimento de mais um ex-jogador que defendeu com grande destaque e dedicação a camisa do Norusca, onde conquistou fãs e admiradores em Bauru. Foi titular em nosso auge nacional, na Série A do Brasileiro. Desejamos força aos familiares e amigos neste momento difícil”, diz a nota distribuída pelo clube.

João Marcos no time de 1978 do Noroeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima