Noroeste aguarda reunião e destaca preocupação com datas e apoio

Time de Bauru é líder isolado da competição e único matematicamente classificado em 11 dos 15 jogos da primeira fase

Em compasso de espera há um mês, quando liberou provisoriamente jogadores e comissão técnica devido a pandemia do coronavírus, que paralisou o Campeonato Paulista, o Noroeste tem videoconferência marcada para esta sexta-feira (17), às 15h, com a Federação e os outros 15 presidentes da Série A3.
O presidente noroestino Rodrigo Gomes, o Mosca, em visita para observar manutenção do Complexo Damião Garcia e do Alfredão, na manhã desta quinta-feira (16), destacou que a tendência é de a FPF definir para as Séries A2 e A3 o mesmo que estabeleceu para a Primeira Divisão, que é a manutenção do campeonato com portões fechados. Contudo, sem previsão de retorno.
“O problema é que não se tem falado em datas. E no futebol tudo se depende de datas. Temos contratos que vencem no mês de maio, precisamos das cotas da Federação, de patrocínios. Os jogos que realizaremos terão custos. E os atletas precisariam de um tempo hábil para treinar coletivamente antes de ir para jogo. Porque futebol exige alta intensidade. E por mais que sejam importantes os treinos que eles estão seguindo em suas casas, são trabalhos de manutenção física. Não dá pra ter apresentação em um dia e jogar na semana seguinte, porque o risco de lesão é muito alto”, comentou Mosca, por meio da assessoria de imprensa do clube.

CLUBES PRECISAM DE APOIO DA FPF
O presidente do Norusca voltou a destacar que é consenso na diretoria noroestina que o ideal era o título de 2020 ser decidido dentro de campo, mas com planejamento e apoio total da Federação Paulista de Futebol.

CAMPANHA
Em 11 jogos até a paralisação da Série A3, o Noroeste é líder isolado e somou 26 pontos, seis a mais que o vice-líder EC São Bernardo. O Alvirrubro teve oito vitórias, dois empates e um único revés. É a equipe com o melhor ataque, com 19 gols, e também com a melhor defesa, com cinco sofridos. O Norusca também é líder de público, com média de 3.479 por jogo, tendo registrado o recorde da A3 de 2020 no confronto contra o MAC, com 5.847 pessoas. No topo da artilharia estão Fabrício, do Noroeste, e Gabriel Barcos, do Rio Preto, ambos com 6 gols.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima